Apartamento cobre/blue

Local:

São Paulo

metragem:

45

m2
ano:

2013

Produção:

fotografia:

Com dimensões reduzidas, este apartamento passa a impressão de ser mais amplo do que realmente tem de metragem. Esta sensação foi criada pelo vazio no pé direito duplo, permitindo uma grande altura de pé direito e que o mezanino, onde está localizado o quarto, esteja sempre aberto, recebendo luz natural e ventilação constante.

O primeiro passo da obra foi remover a parede que fechava o quarto no mezanino e substituí-la por uma chapa metálica dobrada estrutural, revestida de madeira, que funciona como uma bancada de trabalho. Todo o forro de gesso foi retirado e a laje nervurada em concreto ficou em evidência nos pisos térreo e superior. Na sala, o destaque fica por conta do móvel multifuncional que funciona como aparador de TV, quando as portas estão abertas, e como estante, quando as portas estão fechadas. Na cozinha, a mesa de jantar, ganhou bancos de madeira embutidos, onde faz as vezes de ilha de apoio para preparo quando fechados. As paredes foram revestidas de cimento queimado. Para gerar conforto térmico, foi utilizado piso de taco de madeira em todo apartamento e forro de cumaru no quarto. As cores ficam por conta da marcenaria azul e amarela, que criam pontualmente elementos de destaque em meio ao cinza neutro do concreto. Na escada que dá acesso ao mezanino, o revestimento foi retirado e deixado no concreto bruto. Seu guarda corpo foi feito com tubulação de cobre. Nesse apartamento, foram trabalhados os volumes e os vazios. Criando uma atmosfera dinâmica dos espaços que garantem amplitude e verticalidade.