banheiro Tijolo

Local:

São Paulo

metragem:

12

m2
ano:

2018

Produção:

fotografia:

Evelyn Muller

Neste apartamento, em São Paulo, o banheiro tinha uma linguagem muito tradicional e sóbria e não refletia a personalidade do morador. A bancada e o piso de granito polido deixavam o espaço frio, e sem personalidade. O conceito foi explorar materiais simples e baratos, mas que trouxessem vida e cores para o espaço.

Duas das paredes foram descascadas e deixadas no tijolo aparente original do prédio. As outras duas revestidas com azulejos brancos e dentro do box um ladrilho com um toque de cor no tom vinho. O fechamento do box foi feito em porta de abrir, com dobradiças cromadas, deixando um visual leve e discreto. A bancada, feita de concreto moldado in loco, possui uma cuba tipo tanque. Sob ela, um gabinete de madeira cumaru faz o contraponto entre o cinza e aspecto frio do concreto. O piso de cimento queimado é homogêneo e se repete em toda extensão. A iluminação foi pensada para ser mais tênue e manter um conforto visual, sem ter aquela claridade comum de banheiros. Com estes acabamentos, propusemos uma nova atmosfera para o espaço, apresentando uma linguagem contemporânea porem simples, de acordo com o desejo inicial do morador.